terça-feira, dezembro 04, 2007

Porto, Património do Mundo



Escutamos o Porto


Escutamos o Porto: os passos dados sobre lajes; vozes soltas, feridas; falas num português perdido.
Descemos da Sé para a Ribeira. Essas mulheres que gritam estão vivendo entre pedras ainda. Caminhamos no lixo. Vamos atentos à solidão das pedras, à forma destas casas que deveriam estar apodrecidas. A redução da luz conserva as suas tintas, embora mortas, vivas. Cores indecifráveis, vermelhos espessos, obscurecidos. Amparam cheiros fétidos, penumbras. E o rio resume tudo isto: mulheres lavam na água destruída: roupa, sabão e cascas de laranja; em torno a água grande, verde e íntima.
Água estreita, granito, como a vila. Na Rua de Cimo de Vila começamos o caminho de Domingos Peres das Eiras. É esse nome, o verdadeiro nome de Eugénio de Andrade? Que nos conduz na sordidez e no esplendor da Vila. Tu duca, tu segnore, e tu maestro.
Sem culto, a Igreja se São Francisco é uma gruta de talha onde se deslocam aves, as mesmas que Eugénio de Andrade vê junto ao cais, sobre barcaças negras. Depois, aquele muro branco, dele e de José Rodrigues, diverso dos muros brancos do sul, escuro, parede duma rua onde vozes de crianças – tão exteriores ou interiores a nós, que são repentinamente as de William Blake – jogam. «E ao teu encontro vem / a grande ponte sobre o rio.» O frio sobe do Douro, a cidade expõe as suas luzes. Escutamo-nos.




O Centro Histórico do Porto comemora hoje o 11º aniversário da elevação a Património Mundial pela UNESCO e o Portus Cale deixa a sua pequena mas sentida homenagem com este texto (um dos meus favoritos) de Gastão Cruz. A fotografia foi captada pelo meu brinquedo novo (uma reflex digital), ainda em “piloto” automático, e posteriormente aperfeiçoada. A nossa homenagem continuará ao longo da semana com a publicação de uma fotografia da nossa cidade por dia, de modo a darmos maior destaque a esta data. O destaque que o Porto tanto merece.

1 comentário:

hertista disse...

Então parabéns pelo teu brinquedo, porque está aí uma foto linda... que cores magníficas!
Parabéns pelo Porto do teu coração! Que é uma cidade impar de beleza e de história!
Já agora... estou a ver a passerelle de individualidades (no Portugal Directo - RTP)
:)*