segunda-feira, agosto 04, 2008

Feel The Sun

Praia do Carvalhal, Brejão (Parque Natural do Sudoeste Alentejano)




1. Here Comes The Sun. Nina Simone
2. Sunrise. Yeasayer
3. Wildwood Flower. Laura Veirs
4. Exodus Damage. John Vanderslice
5. Jimmy. Moriarty
6. In The Sun. Joseph Arthur
7. Feel The Sun. Tindersticks
8. Let Your Light In, Babe. Robert Forster
9. Soul On Fire. Spiritualized
10. Feel The Love. Cut Copy
11. Linger On. Two Gallants
12. Big Sky. The Kinks
13. Three More Days. Ray LaMontagne
14. The Shining Circle. Spiritual Front
15. The Sun Also Sets. Ryan Adams
16. Swallowed In The Sea. Coldplay


Porto de Escuta: aqui



Eu vou de férias. O Portus Cale também. Regressamos em Setembro.

sábado, agosto 02, 2008

Carta de Agosto



Um ermo de turismo alarve este
calor paleolítico, uma poeira meridional
ateia os objectos ressequidos, um misto
de esquinas e esplanadas de cerveja, homens
de camisa às riscas escarrando na noite e mulheres
de pernas depiladas e axilas Impulse. Enjoa
este cortejo carnívoro de utentes
de O Mesmo. Nos balcões
toda a posteridade de Sancho Pança estende as mãos
e há nas ruas muitos vendedores de brincos e colares,
honestos emigrantes, decentes empreiteiros, padres,
[cartomantes,
velhas prostitutas e mais
milhentas entidades cheias de humanas intenções
e ainda mais senso comum. Gostava
de te ouvir por uns momentos. Envio-te
mensagens telepáticas que repito sete vezes seguidas.
Há palavras gastas que não escrevo nem digo há tanto
[tempo,
como: Amo-te muito. Meu amor, que saudades. Vem
[depressa.
E outras ainda mais gastas que digo todos os dias,
como: Foda-se esta merda. (Somos do norte e não somos castos nem cautos na linguagem). Abundam as reprises
pelos cinemas escassos. Os hits de verão atroam
discotecas. Há jardins ralos. Passeios gordurosos. Bufões
de motocicleta. Os cimos das torres das igrejas
à espera das bátegas de chuva dum íntimo outono
são ainda as únicas glórias do verão.


sexta-feira, agosto 01, 2008


Até para a semana, ou até sempre?